Instagram vai acabar com a compra de seguidores e curtidas fakes na plataforma

O Instagram anunciou que excluirá contas, curtidas e comentários fakes da plataforma, impedindo que perfis cresçam de forma artificial.

A GUERRA VAI COMEÇAR

O Instagram tem um problema e está disposto a resolvê-lo. Anunciantes e influenciadores digitais – os reais, pelo menos – podem se sentir prejudicados e desestimulados com serviços que manipulam as contagens de seguidores e curtidas na plataforma. Para acabar com perfis artificialmente populares e ações automatizadas, o Instagram está atuando em duas frentes: inteligência artificial e a pedidos extrajudiciais.

No pronunciamento dado pela empresa eles explicam:

“Nos últimos tempos, todos vimos casos de usuários que utilizam aplicativos para crescer a audiência no Instagram de maneira artificial. Todos os dias as pessoas vem ao Instagram para ter experiências reais, incluindo interações genuínas.

É nossa responsabilidade assegurar que essas experiências não sejam interrompidas por atividade não autêntica. Começando hoje, nós vamos começar a remover likes, seguidores e comentários de contas falsas que usam aplicativos externos para potencializar sua popularidade.

Nós desenvolvemos ferramentas de machine learning para ajudar a identificar contar que utilizam esses serviços e remover essa atividade inautêntica.

Esse tipo de comportamento é ruim para a comunidade, e aplicativos externos que geram curtidas, comentários e seguidores falsos violam as Diretrizes da Comunidade e Termos de Uso.”

AS CONSEQUÊNCIAS

Por meio de investigações, a empresa descobriu que os serviços aquisição de seguidores e likes são amplamente utilizados pelas plataformas sociais.

O que agrava essa situação é o fato de que número de seguidores é  usado como um status simbólico na plataforma.

Afinal, a popularidade da rede é medida, em grande parte pelo número de followers.

Pensando nisso, profissionais que trabalham com redes sociais obviamente querem que seus clientes tenham mais seguidores do que a concorrência.

Assim, dá para entender como funciona a lógica da compra de seguidores e curtidas.

Alguns segmentos, como as agências de modelos, recusam-se trabalhar com clientes que não alcancem um número mínimo de seguidores nos perfis pessoais do Instagram.

Isso tudo intensifica a  atividade dos perfis fake — e quando você inclui Marketing de Influência nessa conta, é fácil perceber porque esses serviços “milagrosos” se tornaram tão populares. Afinal, o Instagram permite gerar receita com base no tamanho da sua audiência!

Fica a dica: o melhor caminho é conquistar seguidores de verdade!